Voto de Gil Cutrim reascende discussão sobre seu futuro partidário

Três deputados federais do PDT, entre eles o maranhense Gil Cutrim, desobedeceram seu partido e votaram pela autonomia do Banco Central. O projeto foi aprovado pela Câmara nesta quarta-feira (10) e teve a resistência dos partidos de oposição, PDT, PSB, PT, PCdoB e PSOL.

Entre os dissidentes estão os deputados Felipe Rigoni (PSB-ES) e Tabata Amaral (PDT-SP), que também divergiram dos partidos em 2019 ao votarem favoráveis à reforma da Previdência.

Gil Cutrim e os demais dissidentes tentam ganhar o aval da Justiça para poderem sair dos partidos sem perderem o mandato.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *