TSE julga na terça-feira a fusão entre DEM e PSL

O Tribunal Superior Eleitoral julgará na próxima terça-feira (8) a fusão DEM-PSL que formará o novo partido União Brasil. A homologação é o 1º item da pauta da sessão, que começa às 19h. O relator é o ministro Edson Fachin.

A união das duas siglas foi aprovada em outubro de 2021 e, se validada pelo TSE, criará a maior legenda com representação na Câmara, com potencialmente 81 deputados. No Senado serão 7 cadeiras.

A cúpula do União Brasil, no entanto, sabe que haverá defecções, principalmente em março, quando se abrirá o período oficial para trocas de partidos.

Praticamente metade da bancada do PSL, que é ligada a Jair Bolsonaro, deverá deixar o partido. Já no DEM, disputas locais também podem causar baixas.

Para as eleições, o partido busca atrair o ex-juiz Sérgio Moro como potencial candidato à presidência. Hoje, Moro está filiado ao Podemos.

 

LEIA TAMBÉM: Vereador é feito de refém em assalto ao Bradesco de Alto Alegre do Pindaré

LEIA TAMBÉM: Flanelinha morre no Supermercado Mateus com golpes de faca

LEIA TAMBÉM: Rubens Júnior e Eric Costa trocam farpas na internet

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.