Sargento da Marinha que matou vizinho no RJ foi candidato a vice-prefeito em Paço do Lumiar

O sargento da Marinha do Brasil que matou o vizinho Durval Teófilo Filho com três tiros na porta do condomínio onde os dois moravam, no Rio de Janeiro, é maranhense e foi candidato a vice-prefeito do município de Paço do Lumiar, nas Eleições Municipais de 2020.

À PM, Aurélio disse que chegava em casa quando avistou um homem se aproximando de seu veículo “muito rápido”. O militar afirmou ter atirado três vezes, atingindo a barriga de Durval.

Aurélio Alves Bezerra, de 51 anos, é natural de São Luís, sendo conhecido como Sargento Aurélio. Ele foi candidato a vice-prefeito pelo Partido Social Cristão (PSC) no município localizado na Região Metropolitana da capital maranhense.

A chapa que ele concorria ficou em quarto lugar nas eleições com cerca 1.886 votos e obteve pouco mais de 3% dos votos válidos.

A Justiça manteve, durante uma audiência de custódia nesta sexta-feira (4), a prisão do sargento. O militar foi indiciado por por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

Na audiência, no entanto, o Ministério Público informou à Justiça que entende que a tipificação correta é homicídio doloso, ou seja, com intenção.

Entidades atribuem ainda a morte Durval ao crime de racismo.

 

LEIA TAMBÉM: Bebê de um ano morre vítima da Covid no Maranhão; mãe e avó não estavam vacinadas contra a doença

LEIA TAMBÉM: Ator da Globo posta vídeo pelado em praia no Maranhão

LEIA TAMBÉM: Besouro Pagodinho é libertado após passar 10 dias presos

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.