Presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, tem prisão decretada

O Ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes determinou a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson, por ataques às instituições democráticas.

Durante essa semana, o político que é presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro, o PTB, gravou um vídeo fazendo ameaças ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, e à realização de eleições em 2022, caso o pleito não fosse realizado com o chamado voto auditável.

Nesta sexta-feira (13), a Polícia Federal cumpre os mandados de prisão contra o parlamentar, mas não localizou Roberto Jefferson no endereço que constava na investigação.

O ex-deputado, que já foi preso anteriormente por sua condenação no mensalão, hoje é aliado do presidente Jair Bolsonaro e tem veiculado com frequência vídeos com ataques aos ministros do Supremo Tribunal federal e do Tribunal Superior Eleitoral.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *