Prefeitos tentam emplacar parentes como deputados estaduais e federais em 2022

A disputa eleitoral de 2022 promete ser uma das mais duras no âmbito proporcional. Além dos tradicionais nomes da política local e dos secretários estaduais, prefeitos pretendem eleger parentes na disputa da Assembleia Legislativa e da Câmara Federal. Levantamento feito pelo Blog Diego Emir aponta que mais de 15 prefeitos já estão com esposa, filho, irmão e até cunhado prontos para disputar os cargos no próximo ano.

Um dos casos que mais chama repercussão é em Caxias. O prefeito Fábio Gentil (Republicanos), tá decidido eleger a filha Amanda Gentil (PL), a deputada federal. Mas o vice-prefeito Paulo Marinho Júnior (PL), também deseja entrar nessa disputa assim como fez em 2010, 2014 e 2018.

Já os prefeitos de Arari e Lago da Pedra, Ruy Filho (PTB) e Maura Jorge (PSDB), vão unir suas forças para eleger Waldir Neto a deputado estadual. Os dois são pais do pré-candidato e representam um importante apoio na disputa.

Quem ainda vai tentar emplacar o filho são os prefeitos de Bacabal, Edvan Brandão (PDT), que aposta em Davi Brandão; o de Codó, Zé Francisco (PSD) vai com o herdeiro Pedro Neres (PSD). A exceção nessa lista fica por conta da prefeita de Cajari, dra Mária Felix (PDT), que tem o presidente da Câmara de São Luís, Osmar Filho (PDT), como pré-candidato a deputado estadual, mas ele vive uma situação diferente dos demais, pois já tem trabalho consolidado como parlamentar em São Luís.

Da cidade de Pinheiro, após o prefeito Luciano Genésio (PP), eleger a até então esposa Dra Thaiza Hortegal (PP) em 2018, agora vai apostar na sua irmã Lucyana Genésio (PP) na briga de deputada estadual.

Quem terá irmão ou irmã na disputa será o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), que terá Fernando Braide (PMN) na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa. Assim como os prefeitos de Porto Franco (Deoclides Macedo) e Estreito (Léo Cunha) que vão apostar em Valéria Macedo (PDT) e Ribinha Cunha (PSC), a diferença é que o segundo deve disputar vaga de deputado federal.

Já na lista de esposa e marido surgem o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (DEM), que tenta emplacar Janaína Ramos (MDB) como deputada estadual; Ferdinando Coutinho (PSB) de Matões que terá Claudia Coutinho como postulante ao cargo da Assembleia Legislativa; o de Balsas, Dr Erik (PDT) que terá Viviane Coelho também na disputa; assim como Vanessa Maia prefeita de Pedreiras tentará eleger o marido Fred Maia também e o de Barra do Corda, Rigo Teles (PL) que vai passar a Abigail Cunha (PL) a missão de continuar seu legado no parlamento estadual.

Em Tuntum, Fernando Pessoa (SD), vai tentar repetir o que seu cunhado fez em 2018. Naquela oportunidade, Eric Costa então prefeito de Barra do Corda elegeu o atual gestor de Tuntum a deputado estadual, agora será o inverso e o ex-vice-presidente da FAMEM vai tentar uma vaga na Assembleia Legislativa.

Essa lista ainda pode ser bem maior, afinal muitos são os prefeitos que pretendem manter representantes próprios na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal, assim como os prefeitos de Arame, Pedro Fernandes, e Alto Alegre do Pindaré, Fufuca Dantas (PP), que já contam com os filho Pedro Lucas Fernandes (PTB) e André Fufuca (PP), como deputados federais e o prefeito de Santa Rita, Dr Hilton Gonçalo, conta com os irmãos Dr Gonçalo (federal) e Ariston Ribeiro (estadual).

Vale lembrar que a prefeita de Zé Doca, Josinha Cunha também possui o irmão Josimar de Maranhãozinho como federal e a cunhada Detinha, estadual. Assim como em Vitorino Freire, Luana Rezende tem o irmão Juscelino Filho como representante na Câmara Federal.

Em 2018, Rafael Leitoa (PDT), Edivaldo Holanda (PTC), Dra Thaiza Hortegal (PP), Daniella Tema (DEM), Ciro Neto (PP) e Zé Gentil (falecido), foram eleitos deputados estaduais diretamente com o apoio de parentes das prefeituras de Timon, São Luís, Pinheiro, Tuntum, Presidente Dutra e Caxias, respectivamente. Já entre os federais, apenas André Fufuca e Juscelino Filho contaram com esse apoio substancial de Alto Alegre do Pindaré e Vitorino Freire. (Diego Emir).

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *