No final do mandato, senador Roberto Rocha promete ponte que não sairá do papel

Após sete anos de mandato no Senado Federal, o ex-presidente do PSDB no Maranhão, Roberto Rocha, anunciou uma obra faraônica na capital São Luís.

O senador informou em suas redes sociais que a Codevasf aprovou a licitação de um projeto sobre a Baía de São Marcos. Um sistema viário que ligaria o bairro do São Francisco, até a região do Anjo da Guarda, além de uma via complexa que iria contornar todos os bairros do Itaqui-Bacanga até a avenida dos Portugueses.

Somente o projeto arquitetônico custará o montante de R$ 14.969.712,91, que também vai incluir uma ponte de 2,7 km, três vezes maior que a ponte José Sarney, em São Luís.

O projeto para sair do papel custaria em torno de R$ 1 bilhão de reais. O único problema é que o senador não informou de onde sairia o recurso.

O político já prometeu outras obras eleitorais que nunca saíram do papel como uma ponte sobre a foz do Rio Mearim, outra ponte de mais de 7 km que ligaria São Luís ao município de Alcântara, além de uma Torre Eiffel na Lagoa da Jansen.

Roberto Rocha luta contra o tempo para garantir um mandato após 2022. Além de lançar projetos faraônicos, que nunca saem do papel, o político tenta surfar na onda bolsonarista e tenta ser o nome do presidente na disputa pelo Palácio dos Leões.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *