Mulher é presa por bater panela em protesto contra motociata de Bolsonaro

A Brigada Militar do Rio Grande do Sul prendeu, neste sábado (10), uma mulher durante a motociata do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ela protestava contra o ato batendo em uma panela.

“Abuso policial! Uma cidadã de Porto Alegre acabou de ser presa por bater panela, enquanto acontecia a motociata de Bolsonaro! Isso é um absurdo! É repressão ao direito de manifestação! Acabei de conversar com pessoas que presenciaram o fato e estamos vendo como auxiliar”, escreveu o vereador de Porto Alegre, Matheus Gomes.

O caso acontece dois dias depois da condução do cozinheiro Eduardo Lazzari. Ele prestou depoimento à polícia, depois de reclamar que precisaria cozinhar para o presidente em um hotel situado na cidade de Bento Gonçalves (RS).

O governador do Rio Grande do sul, Eduardo Leite (PSDB), em postagem no Twitter, prometeu que o caso será investigado. O Estado irá apurar com rigor as condições em que se deu o recolhimento de manifestante hoje em Porto Alegre.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *