Militantes do Cidadania estão desgostosos com comando da legenda no Maranhão

Os militantes do Cidadania e pré-candidatos a deputado estão desgostosos com o comando da legenda no Maranhão e afirmam que o partido está ficando cada dia menor no estado.

Comandado pela senadora Eliziane Gama e por seu irmão, Eliel Gama, o partido não tem perspectivas de eleger deputados estaduais e federais.

Os militantes, que chegaram a participar das eleições de 2020, afirmam que a senadora Eliziane foca todo seu trabalho apenas em seu projeto pessoal, por isso o Cidadania elegeu apenas um prefeito entre os 217 municípios maranhenses em 2020 e não conseguiu eleger nenhum vereador em São Luís.

A revolta com o comando é tanta, que os militantes colocam a ida do pré-candidato a deputado estadual e esposo de Eliziane Gama, Inácio Melo, para o PDT, como exemplo de que o crescimento do Cidadania não é o foco de Eliziane e da legenda no Maranhão.

Com perspectivas negativas, pré-candidatos a deputado estadual já eliminam o Cidadania das possibilidades, por medo da legenda não ter nominata suficiente para eleger representantes na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Sobre a disputa pela Câmara dos Deputados, mesmo com a pré-candidatura a deputado federal de Eliel Gama, a eleição do mesmo é descartada por todos do partido.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *