Joice Hasselmann anuncia saída do PSL após aproximação da legenda com Bolsonaro

A deputada Joice Hasselmann afirmou nesta segunda-feira (14) que irá sair do PSL. Segundo ela, o partido se prostituiu ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por cargos na Câmara dos Deputados.

Joice foi líder do Governo na Câmara pelo PSL quando ainda apoiava Bolsonaro. Ela foi a segunda deputada federal mais votada nas eleições de 2018, ficando atrás apenas de Eduardo Bolsonaro, filho do presidente.

“Para mim, o nome disso é prostituição. Não é uma questão de ter mudado de lado por bandeiras políticas. É um partido de cacique. Acabou isso de ser um partido liberal, de que quem manda é a bancada. É tudo mentira”, diz Joice, em entrevista publicada no jornal O Estado de S.Paulo.

Ela afirma que irá solicitar a desfiliação ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e que seu pedido será por “justa causa“. Ela diz que tem “3 propostas muito interessantes” de outras siglas.

Ela também afirmou que não acredita que com sua saída, o presidente volte ao PSL. Joice afirma que apesar de Bolsonaro sempre exigir que ela fosse expulsa do partido, ela vê a possibilidade do PSL construir uma chapa com Bolsonaro e indicar o nome de vice.

A congressista afirma que o presidente do PSL, deputado Luciano Bivar, entregou o partido de volta a Bolsonaro por uma vaga na Mesa Diretora da Câmara. Bivar ocupa o cargo de 1º secretário desde a eleição do presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL).

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *