Homem que ostentava vida de luxo e aplicava golpe do “Don Juan” em mulheres é preso; maranhenses podem ter sido vítimas

Mulheres de vários estados se dizem vítimas de um falso fiscal da Receita Federal apelidado de “Don Juan”. Segundo a Polícia Civil de Goiás, David Alves Bezerra, de 30 anos, está preso no Ceará suspeito de aplicar golpes em várias cidades brasileiras. Mulheres do Maranhão e Piauí também podem ter sido vítimas.

Uma das mulheres relatou ter sido vítima do “Don Juan” e contou que o homem se apresentou a ela como “Berlim”. De acordo com a vítima, ele parecia uma pessoa idônea e de confiança.

“Eu conheci o Berlim através de uns amigos, os quais ele já havia conquistado também. Ele se mostrava uma pessoa muito educada, carismática, prestativa. Extremamente confiante, alegre. Conversava bem”, descreveu.

A mulher contou que ele oferecia produtos eletrônicos a preços muito abaixo dos valores de mercado justificando que conseguia esses preços por trabalhar na Receita Federal. No entanto, cobrava um valor adiantado das vítimas para fazer as compras. A vítima e um grupo de amigos fizeram uma compra de R$ 5 mil com o golpista e nunca viram os produtos.

De acordo com a delegado Leonilson Pereira, foi cumprido, na segunda-feira (17), um mandado de prisão preventiva contra o suspeito, que já cumpre pena no Presídio de Caucaia, no Ceará. Conforme o delegado, somente em Goiás, o suspeito causou um prejuízo de R$ 50 mil às vítimas.

Investigações apontam que, com o dinheiro arrecado por meio dos golpes, o suspeito ostentava um vida luxo nas redes sociais. De acordo com o delegado, David chegava a usar uniformes das instituições para dar mais credibilidade a sua atuação.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *