Homem que não participava de manifestação em Recife leva tiro no olho da Polícia Militar e perde a visão

Um homem foi atingido no olho por uma bala de borracha disparada pela polícia Militar de Pernambuco durante o protesto contra o presidente Bolsonaro, no Centro do Recife, neste sábado (29). Daniel Campelo da Silva, 51 anos, morador dos Torrões, foi alvejado no olho esquerdo por uma bala de borracha disparada por um policial do Batalhão de Choque.

Ele sequer participava das manifestações e passou pelo local para comprar material que seria usado em seu trabalho. Daniel perdeu o globo ocular e a visão em razão do ferimento.

Daniel Campelo foi levado até o Hospital da Restauração. Na instituição, passou pela avaliação de médicos que optaram por encaminhá-lo para a Fundação Altino Ventura, diante da gravidade do caso. Foi constatado através de exames que Daniel sofreu “um trauma ocular com hematoma retrobulbar com proptose importante”, significando que ele perdeu a visão.

Procurada, a Polícia Militar de Pernambuco não quis se pronunciar. Em vídeo, o governador Paulo Câmara disse que o comandante da operação e os policiais envolvidos foram afastados e que determinou investigação sobre a operação, para a qual informou que não havia nenhuma ordem de uso de força contra manifestantes.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *