Homem com tatuagens neonazistas é expulso de estádio no Rio Grande do Sul

Um homem com tatuagens neonazistas foi expulso do estádio Bento de Freitas, no Rio Grande do Sul, durante partida estadual do Pelotas contra o Novo Hamburgo. O jogo foi realizado no domingo (13), mas imagens do ocorrido começaram a circularam nas redes socais só nesta segunda-feira (14).

Nos registros é possível ver que o torcedor tem duas tatuagens: uma Cruz de Ferro (símbolo usado por oficiais nazistas) e as palavras Mein Kampf, título em alemão do livro “Minha Luta”, de Adolf Hitler. Em nota, o Brasil de Pelotas repudiou o ocorrido e disse que esse tipo de atitude sempre será repelida pelo tipo e pela torcida.

O homem foi expulso da arquibancada pela torcida do Brasil após tirar a blusa e os outros torcedores perceberam as tatuagens.

Os seguranças do estádio precisaram intervir e retirar o homem, que não teve a identidade revelada. O momento da expulsão não foi gravado em vídeo, mas um fotógrafo do Pelotas registrou um pouco da confusão após os torcedores notarem os símbolos.

No Brasil, a Lei 7.716/1989 prevê prisão de 1 a 3 anos e multa para quem “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada para fins de divulgação do nazismo”.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.