Grupo de Josimar de Maranhãozinho enfrenta dificuldades com operações policiais

O grupo político liderado pelo deputado federal Josimar de Maranhão vem sofrendo nos últimos meses com operações policiais que podem colocar em risco as eleições de 2022.

Em dezembro de 2020, Josimar foi alvo da operação da Polícia Federal que investiga o desvio de R$ 15 milhões que vieram ao Maranhão via emenda parlamentar e que seriam destinados para o combate ao coronavírus.

No início da semana, o Grupo de Atuação Especializada no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público do Maranhão, deflagrou a Operação Laços de Família, na investigação que apura desvios de recursos na cidade de Miranda do Norte, administrada pela família do deputado federal Júnior Lourenço (PL), há quatro mandatos.

Neste último domingo foi a vez do deputado federal Marreca Filho (Patriotas) virar notícia no programa Fantástico. A reportagem mostrou que em apenas um dia o parlamentar registrou o abastecimento de 1.180 litros de combustível.

Sendo notícia de forma negativa, o grupo de Josimar pode enfrentar dificuldades nas eleições de 2022, principalmente se as operações continuarem até lá.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *