Governador do Rio Grande do Sul revela sua homossexualidade

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), revelou ser homossexual em entrevista à TV Globo, segundo a emissora antecipou em seu site na noite desta quinta-feira (1º). Leite, que é pré-candidato a presidente da República pelo PSDB, afirmou que é “um governador gay, e não um gay governador”.

“Eu sou gay. E sou um governador gay, e não um gay governador, tanto quanto Obama nos Estados Unidos não foi um negro presidente, foi um presidente negro. E tenho orgulho disso”, afirmou Leite, em entrevista ao jornalista Pedro Bial.

Na entrevista, o governador gaúcho afirmou que não revelou antes a sua orientação sexual porque isso “tem a ver com a minha vida privada”. “Não era um assunto até aqui porque deveria debater mais o que a gente pode fazer na política, e não exatamente o que a gente é ou deixa de ser”, afirmou.

Repercussão política

Nas redes sociais, o PSDB parabenizou Eduardo Leite “pela coragem”, compartilhando um trecho da entrevista à TV Globo. Adversário do governador gaúcho nas prévias do partido para definir o candidato à Presidência para as eleições de 2022, o governador de São Paulo, João Doria, escreveu: “Admiração e respeito ao meu amigo Eduardo Leite”.

Único senador abertamente gay, Fabiano Contarato (Rede-ES) elogiou a declaração do governador do Rio Grande do Sul. “Sei a dor que é a prisão do armário, sobretudo num ambiente conservador como a Política, e cada um deve descobrir seu momento certo para esse gesto. Seja feliz e siga seu ótimo trabalho: a vida será mais leve”, escreveu, em sua conta no Twitter.

Também se manifestaram o presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, e o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *