Erupções no Vulcão La Palma aumentam durante a noite e obrigam 5 mil pessoas abandonarem a ilha

Mais de 5 mil pessoas foram afetadas pelo vulcão de La Palma (Ilhas Canárias), que entrou em erupção neste domingo, em Montaña Rajada, na área florestal de Cabeza de Vaca. O nível de emergência ficou vermelho na ilha às 11 horas, atingindo os municípios de Tazacorte, El Paso, Fuencaliente, Mazo e Los Llanos de Aridane, com cerca de 35 mil habitantes no total.

O novo vulcão da ilha espanhola de La Palma, na costa noroeste da África, entrou em erupção quando um pequeno terremoto foi detectado no bairro de Las Manchas, no município de El Paso, seguido por uma grande explosão, uma enorme coluna de fumaça e a expulsão de piroclastos (rocha vulcânica). O magma provocou duas fissuras, duas bocas eruptivas diferentes na montanha, pelas quais a lava passou a escorrer. Segundo o Involcan (Instituto Volcanológico de Canarias), em só algumas horas, essas duas fissuras se transformaram em sete. O vulcão surgiu em uma área montanhosa desabitada e causou pequenos incêndios florestais. As autoridades locais pediram que ninguém se aproximasse da área.

O presidente Pedro Sánchez adiou sua viagem prevista para este domingo a Nova York, e se deslocou para La Palma. O gestor de navegação aérea na Espanha, Enaire, eminou recomendação preventiva para que não saiam voos com destino à ilha.

Após dois dias tranquilos na ilha de La Palma, a atividade sísmica havia recomeçado com vários terremotos sentidos pela população na manhã deste domingo, o maior de magnitude 3,8). Desde que o fenômeno começou, o IGN registrou mais de 6.600 pequenos tremores na região da Cumbre Vieja, no sul da ilha de La Palma. Na atual situação pré-eruptiva, as autoridades decidiram-se pela “retirada preventiva” milhares de pessoas com problemas de mobilidade que vivem nos bairros mais afetados.

O vulcão aumento as erupções durante o período noturno e aumentou o alerta das autoridades locais.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *