Envolvido no escândalo das rachadinhas, Fabrício Queiroz acerta filiação ao PTB

Fabrício Queiroz, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, confirmou à coluna sua filiação ao PTB de Roberto Jefferson. Queiroz quer ser candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro.

Segundo o ex-assessor de Flávio, sua filiação deve ocorrer neste próximo sábado (26/3). O presidente da sigla, o deputado estadual Marcus Vinícius “Neskau”, contudo, afirmou que ainda precisa acertar alguns detalhes com Queiroz, como se a candidatura será para a Câmara ou para a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Em janeiro deste ano, Neskau não queria que o PTB filiasse Queiroz. Na avaliação do deputado, no início do ano, o ex-assessor de Flávio “relembra muita coisa ruim”. Na época, Queiroz e Neskau nunca haviam se encontrado.

Neskau ainda não está completamente de acordo com a filiação e afirma que “ainda há coisa em jogo” e que o cenário pode mudar até o dia 1º, data final da janela partidária.

Queiroz ​​ é investigado por um suposto esquema de rachadinhas, crime de peculato, no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Em junho de 2020, o ex-PM foi preso no sítio de Fred Wassef, advogado de Flávio, no interior de São Paulo. Em março do ano passado, a prisão foi revogada pelo Superior Tribunal de Justiça. Sobre o caso, Queiroz disse que “graças a Deus” nada o impede de se candidatar.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.