Eduardo Leite está a um passo de se filiar ao PSD para se candidatar a presidente

As negociações entre o PSD e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, avançaram. Leite se encontrou com o presidente do partido, o ex-ministro Gilberto Kassab, para ouvir os termos da proposta e agora voltará ao seu estado para debater o projeto presidencial com os aliados.

Na conversa com Leite, Kassab externou mais uma vez que precisa ter uma candidatura própria no primeiro turno para não provocar desunião no PSD.

Leite reiterou ao ex-ministro que vive o melhor ano de sua gestão à frente do governo gaúcho e que terá de conversar com o vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, e com aliados antes de bater o martelo sobre a candidatura. Se concorrer ao Planalto, Leite terá de renunciar até o dia 2 de abril.

O governador também mostrou incômodo com a interpretação que tucanos de São Paulo deram a um discurso que ele fez no fim de semana. Aliados de João Doria circularam a informação de que Leite havia descartado a saída do PSDB por completo.

Já Lula mantém a esperança de atrair Kassab para o projeto petista no primeiro turno da eleição. A empresários do agronegócio, o ex-presidente garantiu que trabalha para filiar Geraldo Alckmin ao PSD. Alckmin também considera a ida ao partido como uma possibilidade.

 

 

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.