Depois de ir em jogo sem se vacinar, Carla Zambelli é alvo de investigação

A deputada bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP) assistiu, no domingo (30), ao jogo entre Fortaleza e Sousa-PB, na Arena Castelão, no Ceará, sem ter tomado nenhuma dose da vacina contra a COVID. O estádio pede o comprovante vacinal para entrada de torcedores.

O jogo foi válido pela Copa Nordeste e o Fortaleza venceu por 5 a 0.

De acordo com o governo do Ceará, desde 29 de janeiro de 2022, foi mantida a exigência do passaporte sanitário, com as duas doses da vacina contra COVID, para as pessoas possam entrar em eventos, restaurantes, bares, barracas de praia e academias.

A deputada bolsonarista já contraiu a COVID-19. De acordo com ela, por já ter tido o vírus, ela tem imunidade muito maior que a conferida pelas vacinas. Nas redes, Zambelli já declarou que não irá se vacinar porque não acredita na eficácia dos imunizantes.

Pela regra, os clubes mandantes de jogos são responsáveis pela operação do estádio no dia da partida. Neste caso, o Fortaleza.

Depois da má repercussão do caso, Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, foi até as redes sociais negar o convite feito pelo clube para a deputada. De acordo com ele, a parlamentar foi convidada pelo conselheiro Eduardo Sales, e não pelo time.

 

LEIA TAMBÉM: Política do governo Bolsonaro massacra população com novos aumentos da gasolina e gás de cozinha feitos pela Petrobras

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro mentiu sobre projeto inexistente de R$ 10 milhões de Ivete Sangalo pela Lei Rouanet

LEIA TAMBÉM: Rejeição ao governo Bolsonaro chega a maior patamar, diz instituto

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.