Defensor da privatização do SUS, Amoêdo toma vacina contra Covid na rede pública

O empresário João Amoêdo (Novo), candidato à presidência em 2018 e virtual presidenciável em 2022, recebeu a dose da vacina contra a Covid-19.

“Vacinado! Espero que as vacinas cheguem a todos os brasileiros o mais rápido possível!”, escreveu em suas redes sociais, junto a uma foto que mostra o momento de sua imunização.

A postagem do empresário gerou forte repercussão pelo fato de ele defender a privatização do Sistema Único de Saúde com seu “Estado mínimo” e recorrer ao SUS para receber a vacina. Em nenhum lugar do mundo os imunizantes estão sendo vendidos pela iniciativa privada aos cidadãos e, no caso do Brasil, é justamente o sistema público com o qual ele discorda que coordena o Programa Nacional de Imunização (PNI).

“O SUS é tão incrível que não tem seletividade, vacinam até burguês que faz de um tudo pra privatizá-lo”, comentou um internauta.

Durante sua campanha à presidência em 2018, uma das principais bandeiras de Amoêdo foi a privatização de todos os serviços públicos. No caso da Saúde, o empresário chegou a sugerir que se criasse um “voucher”, que funcionaria como uma espécie de plano de saúde popular para o acesso ao serviço, em detrimento da oferta gratuita de acesso à Saúde pelo SUS.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *