Conmebol agradece Bolsonaro por “abrir portas” do Brasil e pela “agilidade” em aceitar Copa América

A Conmebol agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por “abrir as portas” do Brasil para a realização da Copa América deste ano, após a Argentina desistir de organizar o evento em meio à pandemia de covid-19.

Segundo a Confederação Sul-Americana de Futebol, Bolsonaro apoiou “de imediato” a intenção de se disputar o torneio no país.

“A Conmebol agradece ao presidente Jair Bolsonaro e sua equipe, assim como à Confederação Brasileira de Futebol, por abrir as portas do país ao que hoje em dia é o evento esportivo mais seguro do mundo”, afirmou a entidade em publicação no Twitter.

Na sequência, em nota publicada em seu site, a Conmebol acrescentou que, durante o processo que definiu o Brasil como sede do torneio, o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, consultou o mandatário da CBF, Rogério Caboclo, sobre o assunto. Caboclo, por sua vez, entrou em contato com Bolsonaro, que “apoiou a iniciativa de imediato”.

A Conmebol disse ainda que a realização da Copa América no país contou com aval dos ministérios da Saúde, Casa Civil e Relações Exteriores, bem como da Secretaria Nacional de Esportes.

“O governo do Brasil demonstrou agilidade e capacidade de decisão em um momento fundamental para o futebol sul-americano”, disse Domínguez no comunicado.

O Brasil possui o segundo maior número de mortes por covid-19 no mundo, atrás somente dos Estados Unidos, e a terceira maior contagem de casos, abaixo dos EUA e da Índia, tendo registrado até o momento 16.515.120 infecções pelo coronavírus e 461.931 mortes em decorrência da doença.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *