Assista: Família usa crianças em ritual contra covid; polícia apura maus-tratos.

Três crianças de uma mesma família foram resgatadas durante um suposto ritual religioso, em Bragança, a 210 quilômetros de Belém. Segundo o Conselho Tutelar da cidade, que tirou os menores da guarda dos parentes, familiares alegaram que a cerimônia teria como objetivo acabar com a pandemia de covid-19. A Polícia Civil apura o caso como maus-tratos.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra parte do resgate. É possível ver familiares com os ânimos exaltados enquanto agentes policiais e do Conselho Tutelar tentam convencê-los a entregar as crianças. As imagens mostram uma das meninas resgatadas coberta por um pano branco e posicionada em pé em frente a uma cruz.

O caso chegou até a Delegacia de Investigação de Crimes Contra a Criança e o Adolescente após a comunidade denunciar o ritual ao Conselho Tutelar. As crianças retiradas da cerimônia são irmãs e têm 1, 8 e 11 anos. O ritual consistia, segundo a denúncia, em rezar em volta das crianças, posicionadas de pé em frente às cruzes, no quintal da casa. As vítimas dos maus-tratos ficavam dentro de um desenho que representava o que seria uma arca. A cerimônia ocorria em jejum, com duração de horas e ao longo de três dias.

De acordo com o órgão, as meninas estão em um abrigo municipal e aguardam decisão da Justiça para saber se retornarão para casa. Parentes chegaram a ser ouvidos na delegacia, mas foram liberados em seguida.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *