Asilo em Minas Gerais tem surto de Covid-19; maioria dos idosos não apresenta sintomas

Um asilo de Lavras confirmou a contaminação de 33 idosos por Covid-19 na terça-feira (11). Além dos institucionalizados, um funcionário da Casa do Vovô também testou positivo para o vírus. A prefeitura diz que monitora a situação no asilo, que tem 46 internos, e classifica o caso como um surto da doença.

De acordo com o asilo, todos os idosos já haviam sido vacinados contra a Covid-19 e nenhum caso da doença havia sido registrado na instituição até as confirmações da última terça. Todos os idosos estão bem e a maioria não apresenta sintomas da doença.

A coordenação do asilo informou que um funcionário testou positivo para Covid-19 e um idoso apresentou sintomas da doença na semana passada. Por conta disso, todas as pessoas da casa de apoio realizaram exames. Os resultados, revelados na terça-feira, confirmaram a infecção de 33 idosos. A origem dos casos, segundo o asilo, ainda é desconhecida.

Conforme divulgou a instituição, todos os idosos, cuidadores e enfermeiros já foram vacinados contra a Covid-19 antes das contaminações.

“Gostaríamos de esclarecer que todos os trabalhadores e moradores de nossa instituição foram vacinados. Sabemos que nenhuma vacina possui 100% de eficácia, todavia, ela ameniza os sintomas e torna menos grave a doença”, escreveu a instituição nas redes sociais. (G1).

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *