Arthur do Val desiste de se candidatar ao governo de São Paulo

O deputado estadual Arthur do Val (Podemos-SP), mais conhecido como “Mamãe Falei”, usou as redes sociais para anunciar que retirou a pré-candidatura ao governo de São Paulo. A decisão foi tomada após a repercussão negativa de um áudio onde o deputado afirma que as mulheres na Ucrânia “são fáceis porque são pobres”. “Não tenho compromisso com o erro, por isso entrei em contato com a presidente do Podemos, Renata Abreu, para retirar minha pré-candidatura ao governo de São Paulo”, disse em nota.

Arthur ainda afirmou que a retirada da pré-candidatura foi uma forma de preservar o movimento da ‘terceira via’. “Faço isso por entender que neste momento delicado da política nacional é necessário preservar o árduo trabalho de todos aqueles que se dedicaram na construção de uma terceira via. O projeto não merece que minhas lamentáveis falas sejam utilizadas para atacá-lo.” Apesar do pedido de desculpa, Arthur do Val (Podemos-SP) será alvo de processo de cassação do mandato.

Três deputados estaduais em São Paulo do Partido dos Trabalhadores e uma deputada do Psol entraram com pedido no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo contra o parlamentar Arthur do Val por quebra de decoro parlamentar devido aos áudios divulgados sexta-feira, gravados pelo deputado, que é membro do MBL. O partido do deputado, assim como a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), também se pronunciaram.

A Assembleia Legislativa de São Paulo emitiu nota de repúdio aos comentários do deputado do Podemos. “A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo repudia com veemência a fala do deputado Arthur do Val. O presidente, deputado Carlão Pignatari, afirma que a atitude é inaceitável e que será tratada com rigor e seriedade pelas esferas de investigação do Parlamento.”

Ontem cedo, a ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, pediu a cassação do deputado em nota de repúdio às declarações de Do Val publicada no Twitter. “Nojento. Baixo. Sujo. São horripilantes as palavras de @arthurmoledoval”, escreveu a ministra. E continuou: “Não ficará sem resposta! Este comportamento não é compatível com o de um representante do povo. Pediremos sua cassação imediata!”

A Procuradoria Especial da Mulher e a Bancada Feminina do Senado publicaram nota de repúdio com relação às declarações do deputado estadual Mamãe Falei. “São repugnantes, asquerosas e uma das maiores indignidades que já vimos. Agridem as mulheres, envergonham o Brasil, enxovalham a política. Pior, foram feitas em um contexto de guerra e dor.”

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.