Após incentivar atos, Bolsonaro abandona caminhoneiros a própria sorte

Caminhoneiros bolsonaristas estão enfurecidos com a tentativa do presidente Jair Bolsonaro de desmobilizar a greve da categoria, que paralisa as estradas do país desde quarta-feira (8). Em mensagens de áudio obtidas pelo UOL, um participante do movimento chamou Bolsonaro de “frouxo”.

“Sinceramente, se nosso presidente falou isso, se o Tarcísio de Freitas, ministro da Infraestrutura falou isso, estão sendo muito frouxos. Começa uma treta, não consegue manter? São frouxos! A gente está com eles, e agora começando uma treta que os caminhoneiros não vão parar tão cedo”, diz um dos áudios.

O caminhoneiro faz referência ao áudio de Jair Bolsonaro que circulou nos grupos de WhatsApp da categoria, enviado na quarta-feira (8), em que o chefe de governo diz: “Fala para os caminhoneiros aí que eles são nossos aliados, mas esses bloqueios aí atrapalham a nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação, prejudica todo mundo, em especial os mais pobres. Então, dá um toque nos caras aí, se for possível, para liberar, tá ok? Para a gente seguir a normalidade”.

Os atos se espalharam por todo o país após falar antidemocráticas do presidente Jair Bolsonaro nos atos do dia 7 de setembro. Agora, milhares de caminhoneiros estão abandonados à própria sorte, já que o Governo Federal lavou as mãos.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *