A meta de Guilherme Boulos ao se lançar candidato a deputado federal

Liderança de maior expressão do PSOL no Brasil, Guilherme Boulos trabalhava há dias no anúncio de que seria candidato a deputado federal. Boulos afirmou a aliados que a meta é aproveitar o recall político do segundo turno disputado na capital paulista para obter mais de 1 milhão de votos no estado.

Se cumprir o objetivo, Boulos ampliará de forma considerável a bancada do PSOL na Câmara. A sigla caminha para formar uma federação com a Rede Sustentabilidade, que analisa lançar a ex-ministra Marina Silva para ser outra puxadora de votos em São Paulo. Os partidos decidiram se aliar para superar juntos a cláusula de barreira.

Lula tem 43% contra 29% de Bolsonaro, diz a nova pesquisa BTG/FSB

Boulos oficializou nesta segunda-feira (21) a desistência da pré-candidatura ao governo estadual. Em seu perfil no Twitter, o líder do movimento sem-teto disse que tentará impedir Eduardo Bolsonaro de se reeleger como deputado mais bem votado do estado. Em 2018, o filho do presidente Jair Bolsonaro teve mais de 1,8 milhão de votos.

A ideia de Boulos é apoiar a candidatura de Lula à Presidência, o que deverá levá-lo para o palanque de Fernando Haddad em São Paulo. A centro esquerda também conta com a candidatura de Márcio França ao governo paulista, mas o pessebista insiste que não irá desistir em favor de Haddad.

 

LEIA TAMBÉM: Ucrânia veta brasileiros na luta voluntária; Bolsonaro pode ser o motivo

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.